Fumo e Gravidez

Fumar causa uma série de doenças crônicas vasculares, pulmonares e alguns tipos de câncer, mas também tem influência direta na fertilidade masculina e feminina. Quem planeja engravidar deve suspender o uso do tabaco, pois o hábito de fumar altera negativamente o tempo para alcançar a gestação.
O cigarro interfere na queda da reserva ovariana e pode até antecipar a menopausa em um a quatro anos.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está em oitavo lugar no ranking do número absoluto de fumantes, sendo que 15% a 20% das mulheres fumantes estão em idade fértil.
Interromper o hábito do tabagismo é muito difícil. Se necessário, procure um especialista para te apoiar nesse processo!